Arquivo da categoria: Mensagem de Natal

Poesias de e Mensagens Natalinas para cartões de natal

Que tal uma linda poesia de Natal para alegrar o dia da sua festa natalina entre a família ou entre os amigos?

Gostou desta poesia natalina? Confira em nosso site outra lindas mensagens de natal e compartilhe todo o seus espírito natalino nas redes sociais!

Saiba mais sobre o Nascimento de Cristo

Qual a Verdadeira História do Nascimento de Cristo?

Convencionou-se comemorar o nascimento de Cristo em 25 de dezembro, mas muito provavelmente essa não é a data verdadeira. Isso ocorreu porque os povos pagãos tinham rituais marcados pelas estações do ano. Em 21 de dezembro é o solstício de Inverno, quando o período mais frio do ano chega à metade e os dias ficam maiores e mais quentes. Acredita-se também que o nascimento de Cristo teria ocorrido na verdade entre 5 e 6 d.C, o que faria com que estivéssemos em 2005/6, e não em 2011, mas essa ainda será uma longa discussão. A data de 25 de dezembro teria sido instituída pelo monge Dionísio Exíguo no ano de 753 do calendário romano, ou 753 a.C, sendo assim o ano de 754 de Roma seria o ano 1 do Era Cristã. Lembrando que entre Antes e Depois de Cristo não há o “ano zero”.

Há pesquisadores da bíblia que contestam essa data, que seria correta em 748 do calendário romano. A escolha da data foi uma tentativa de suprimir as festas pagãs romanas em homenagem ao deus persa Mitra, muito popular entre os romanos naquela época, considerado o deus da luz, e que tempos depois se tornaria na mitologia romana Saturno, e a festa seria conhecida como Saturnália.

A meta atingida em algumas décadas, quando os romanos passaram a celebrar o nascimento de Cristo e não mais seus deuses pagãos. Os cristãos primitivos celebravam o Natal com uma grande festa em maio, às vezes em abril, em outras ocasiões em janeiro. Antigos estudiosos da Igreja insistiam na data entre 20 de abril e 20 de maio. Em 1991, o astrônomo britânico Colin Humprey, professor da Universidade de Cambridge, afirmou que a Estrela de Belém teria sido um cometa.

Baseando-se nos seus cálculos, o cometa teria passado pela órbita da Terra cinco anos antes do início da Era Cristã. Apoiando-se nos relatos bíblicos, Humprey concluiu que o nascimento de Jesus ocorreu em abril, provavelmente entre os dias 13 e 27.

Outras comemorações para o 25 de dezembro no passado e no presente

A comemoração do solstício de inverno é muito anterior ao Natal e até ao próprio cristianismo, tendo cerca de 7 mil anos de existência. Saiba o que alguns povos comemoravam e ainda comemoram a data (o solstício de Inverno, não o Natal).

Grécia: os gregos cultuavam Dionísio, o deus do vinho e da vida mansa. Na mitologia romana era o equivalente a Baco.

Egito: os egípcios lembravam a passagem do deus Osíris para o mundo dos mortos.

China: os chineses homenageavam e ainda homenageiam o símbolo do yin-yang, que representa a harmonia da natureza, aquele com círculo que parece ter duas gotas, ou dois peixes que se encaixam, um preto outro branco.

Grã-Bretanha: bretões, celtas e outros povos antigos da ilha, mais primitivos que os do Oriente, faziam festas em torno de Stonehenge, monumento que começou a ser erguido em 3100 a.C. para marcar a trajetória do Sol ao longo do ano. (O monumento não era campo de pouso de discos voadores como alguns dizem.).

Você conhece a História do Natal?

Conheça mais sobre a história do Natal

O Natal comemora o nascimento de Cristo, é um feriado católico e é celebrado no dia 25 de Dezembro. Jesus era um homem simples de família humilde. Seu pai, era carpinteiro e sua mãe dona de casa.

Eles viviam uma vida normal, até Jesus receber seu dom, se tornar Cristo, e sair ajudando pessoas necessitadas por todos os cantos. Pouco depois, ele escolheu 12 Apóstolos (André, Bartolomeu, Filipe, João, Judas Iscariotes, Judas Tadeu, Mateus, Pedro, Simão, Tiago, Tiago e Tomé) para ajudá-lo nesta missão infinita, dividindo com cada um deles, seus planos e conhecimentos, durante todo o período em que permaneceu entre nós mortais.

Após intenso trabalho, Jesus começou a chamar atenção e suas ações enfureceu os religiosos e poderosos, eles precisavam de um meio de tirá-lo do caminho, então sacerdotes induziram Judas a dizer onde Jesus estava, jurando que não o fariam mal, apenas o enviariam para a prisão durante a Páscoa Judaica.

Em troca das informações, o pagaram 30 moedas de prata, o mesmo valor de um escravo na época. Mas eles mentiram e crucificaram Jesus, alegando que ele causava alvoroço, incitava pessoas a não pagar impostos e até mesmo de insinuar ser o filho de Deus.

Jesus deu sua vida em troca de salvação para a humanidade, mesmo sabendo que foi traído por um de seus discípulos, Judas. De acordo com a igreja católica, Jesus ressuscitou sete dias após sua crucificação, no domingo. Este evento é conhecido como Páscoa, e não recebe a atenção devida.

Por séculos, acreditamos ser esta a única explicação para esta estória, mas recentemente, mais e mais pessoas vem questionando a veracidade desta estória. Não que eles não acreditem em Cristo, mas estas pessoas tem um diferente ponto de vista. Muitos estudiosos acreditam que os Romanos tiraram proveito de uma festa pagã para Cristianizar a data, celebrando o nascimento de Cristo pela primeira vez no ano de 354.

Esta festa, chamada de “Natalis Solis Invicti” (Nascimento do Sol Invencível), era uma homenagem ao Deus Persa Mitra, popular na Roma. As celebrações eram no solstício de inverno, durante o dia mais curto do ano. O solstício de inverno, no hemisfério norte, não tem data fixa.

Normalmente é próximo ao dia 22 de Dezembro, mas pode ser entre o dia 22 e o 25, e é por isso que algumas pessoas acreditam que o Natal é um evento mais comercial do que a comemoração do nascimento de Cristo em sí. Independente de qual é a opção verdadeira, nós todos sabemos que o Natal é um momento altruísta, cheio de felicidade e sonhos, com momentos únicos e inesquecíveis para toda a família, amigos e afins.

Você já conhecia em profundidade a história do Natal? Conhece outra história? Deixe seu comentário!

Como começou a tradição da Festa de Natal?

A origem da festa de natal

O natal é tradição bem forte no ocidente do mundo. E por mais que existam muuitos antinatalinos que vêem a festa como uma mera desculpa para o consumismo desenfreado há também aqueles que não podem ficar o final do ano sem decoração festiva e tudo o mais que tem direito. Na essência sabemos que o natal é a comemoração do nascimento de Jesus Cristo, mas, há outros dados interessantes sobre a festa.

Por isso vamos as origens desta data tão importante e celebrada pelos cristãos e até mesmo por quem não é cristão. De acordo com historiadores a ideia de fazer uma festa foi concebida em inspiração numa festa romana, muito antiga.

As festas viriam da Idade Média, a Igreja Católica substituiu uma festa considerada pagã ao Deus Mitra pelas comemorações de natal. O Deus Mitra era um deus romano que de para o povo simbolizava a volta do sol no inverno do hemisfério norte. Mitra era uma divindade persa que teria se aliado com o sol na busca de oferecer um pouco de luz e calor para as plantas durante o rigoroso inverno.

A festa para Mitra teve sua origem um século antes de Cristo nascer, era uma tradição bastante arraigada e para que fosse substituída o Papa Júlio 1º decidiu comemorar o nascimento do menino Jesus nesta mesma época.

De acordo com a Bíblia Maria, mãe de Jesus teria sido visitada por um anjo de Deus que lhe disse que ela teria um filho dele. Então ela e José seguiram viagem para que Jesus pudesse nascer em paz e sossego longe das pessoas que viam o casal com maus olhos. Maria sofreu muito com a desconfiança das pessoas de sua comunidade pelo de que estava grávida e todos sabiam que não era de José.

Eles estavam viajando de Nazaré a Belém e eles chegaram na noite de natal. Porém, o único lugar em que poderiam passar a noite era um estábulo que ficava no caminho. Em meio a cavalos e outros animais Maria deu a luz a Jesus.

Várias pessoas foram atraídas para aquele estábulo para conhecer o enviado de Deus. Os três Reis Magos que estavam viajando guiados pela estrela guia chegaram também ao local do nascimento de Jesus e lhe ofereceram como presente Ouro, Mirra e incenso.

As comemorações de natal desde muito tempo são apreciadas por pessoas de todo o mundo e ao contrario do que muitos pensam não é somente pela troca de presentes, mas também por que é um momento de confraternizar com as pessoas queridas. Estar com quem se ama numa festa que comemora a vinda de Jesus a terra é uma maneira de estar em contato com Deus. Então se você gosta do natal não deixe de comemora-lo da forma que achar melhor. Se puder desperte o espírito natalino em mais pessoas, dessa forma sua festa será ainda maior.

A única coisa que importa na hora de comemorar o natal é se sentir feliz e prospero para tudo que ainda está por vir. Comemore e seja feliz, pois, esta é uma data de muita paz e tranquilidade.