Curiosidades do Natal

Coisas que você não sabia: Curiosidades do Natal

Quando chega o Natal, temos o costume de usar uma série de coisas fora do nosso cotidiano, que sequer sabemos o porque ou seu significado. Trouxemos então, o significado de algunss destes objetos que tomamos por costume de nossos antepassados, e que muito provavelmente, passaremos à nossos filhos.

O presépio(também conhecido como estábulo), é o local onde são guardados animais, e foi onde Maria deu a luz à Jesus. No século XIII, São Francisco de Assis, durante a celebração de Natal, resolveu fazer uma encenação do nascimento de Cristo usando pessoas e animais. A idéia deu tão certo que muitos pintores e escultores passaram a fazer esta representação do nascimento de Jesus.

As bolas de Natal que utilizamos hoje, são apenas referência às originais usadas antigamente feitas de pedras e maçãs. Elas enfeitavam o carvalho, antecessor de nossa árvore atual, o pinheiro. Esse símbolo natalino representa abundância.

Como antigamente não existia luz elétrica, utilizavam-se de velas para criar o efeito luminoso nas árvores, dizia-se que as chamas são a representação de Cristo. Enquanto que as velas eram vistas como símbolo de purificação, suas chamas eram tidas como a luz do mundo.
As estrelas anunciam os desígnios de Deus. Cada uma possui um anjo que zela por ela. Esta especificadamente que deixamos no topo da árvore, refere-se à de Belém.

A árvore de Natal existe desde o segundo milênio. Naquela época, uma grande variedade de povos considerava as árvores uma expressão da energia de fertilidade da Mãe Natureza, por isso a cultuavam.

O carvalho foi considerado a rainha das árvores. No inverno, quando suas folhas caíam, os povos antigos costumavam colocar diferentes enfeites nele para atrair o espírito da natureza, que pensavam haver fugido.

A árvore de Natal moderna, surgiu na Alemanha no século 16. Foi a partir do século 19 que a tradição chegou à Inglaterra, França, Estados Unidos, Porto Rico e depois, já no século 20, virou tradição na Espanha e na maior parte da América Latina.

A Coroa do Advento surgiu Alemanha, quando colonos acendiam fogueiras e sentavam-se ao redor delas para comemorar a chegada do Natal, mas como não poderiam acendê-las dentro de casa, resolveram tecer uma coroa de ramos de abeto, enfeitando-as com flores e velas. Ela por ser circular, representa o sem começo e sem fim, e é vista como a perfeição.

Velas são as mais simples de se imaginar seu significado. Ela representa a luz, e por ser consumida por inteiro para gerar a luz, a vela simboliza a doação em favor da vida.

Meias natalinas, não são muito utilizadas no Brasil, mas é importante citar, pois em muitas outras culturas, elas estão sempre presentes. Apesar de não existir algum relato que prove a origem dessa tradição, há tempos costuma-se coloca-las penduradas sobre a chaminé, na esperança de receber doces em troca.

Existe uma infinidade de objetos usáveis no Natal, todos eles variam do costume da família ou da localização em que esta se situa, mas esperamos tirar a dúvida de pelo menos os principais, e que no próximo Natal, você decore sua casa com muita cor, originalidade e conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *