Natal na Espanha – Você Sabe como é?

Feliz Navidad! Assim se deseja “Feliz Natal” na terra das touradas e da dança Flamenca. O Natal na Espanha é um dos mais peculiares dentre os de países de maioria católica.

Lá a cidade começa a ser enfeitada em meados de dezembro, e o evento que marca o início das festividades não é nada religioso, é o sorteio da Loteria de Natal, no dia 22 de dezembro.

A noite do dia 24 é chamada de Nochebuena, momento em que se reúne a família para uma farta ceia, geralmente composta de paella, obviamente, mariscos, aves e doces árabes à base de mel e nozes. Não há troca de presentes nesse dia e a meia noite os mais religiosos vão a Missa do Galo.

No dia 25 reúne-se a família mais uma vez para o almoço de Natal, que varia muito de região pra região, em algumas o prato principal é cordeiro, em outras, caldos e mariscos. Na Catalúnia, a comemoração do dia 26 de dezembro, Dia de São Estevão é mais importante que a do Natal.

Uma tradição comum a todo o país é a montagem de presépios, lá chamados de Belén, próximos a eles as crianças se reúnem para cantar villancicos, canções natalinas acompanhadas de pandeiros, gaitas e flautas, instrumentos obviamente de influência árabe.

A data mais estranha da comemoração natalina espanhola é o 28 de dezembro, Dia dos Inocentes, também conhecido como Dia dos Santos Inocentes. A data, uma mistura de Dia da Mentira e Halloween relembra o massacre de crianças ordenado pelo Rei Herodes no período do nascimento de Jesus. Nesse dia as crianças saem às ruas pedindo Aguinaldos, que são doces ou moedas, o que lembra o “doces ou travessuras” do Halloween. Nesse dia também é permitido mentir, e é comum que a imprensa crie notícias fantasiosas.

O Papai Noel também não é tão querido, fortes mesmo são os Reis do Oriente (os Reis Magos), que presenteiam as crianças apenas dia 06 de janeiro. A celebração começa na Noite de Reis, dia 05 de janeiro, quando as crianças deixam tigelas com água nas janelas, com o intuito de matar a sede dos camelos dos Reis do Oriente, esses, em retribuição deixam presente no lugar da tigela. No dia 06 come-se a Rosca de Reis, que é uma torta com um presente dentro, que será sinal de sorte a quem encontrá-lo.

Receita de Paella

Ingredientes

• ½ xícara (chá) de azeite virgem
• 1 cebola média picada
• 4 dentes de alho amassados
• 200 g de vagem cortada em pedaços de 5 centímetros ou de ervilha inteira
• 2 ½ xícaras (chá) de arroz próprio para paella ou parbolizado
• Água em quantidade indicada na embalagem do arroz
• 2 colheres (sopa) de açafrão
• 300 g de mexilhão fresco e limpo na concha ou não
• 300 g de polvo fresco, limpo e cortado em pedaços
• 300 g de lula fresca, limpa e cortada em anéis
• 300 g de camarões grandes, frescos e inteiros
• 300 g de camarões médios, frescos e inteiros
• Sal a gosto
• Pimenta-da-jamaica moída a gosto

Modo de Preparo

1. Lave o arroz e deixe escorrer toda a água;
2. Reserve;
3. Ferva a água com os mexilhões até que se abram;
4. No caso de mexilhões sem concha, ferver cerca de 3 a 5 minutos;
5. Separe os mexilhões e o caldo e reserve;
6. Em uma paellera ou panela tipo Wok de 30 centímetros ou qualquer panela de fundo raso e largo, aqueça o azeite e frite a cebola e o alho durante 3 minutos;
7. Acrescente o arroz e o polvo e frite por cerca de três minutos;
8. Em seguida, junte o caldo reservado e o açafrão, mexa bem até que este se dissolva e deixe cozinhar por 10 minutos;
9. Se o arroz for o parboilizado, recomenda-se cozinhar por 20 minutos com a panela tampada e, se necessário ponha mais água;
10. Acrescente a lula, a vagem ou a ervilha, os camarões médios, o sal e cozinhe por 5 minutos;
11. Por último, junte os camarões grandes, o mexilhão e cozinhe também por cinco minutos;
12. Polvilhe com a pimenta e sirva;
13. Em caso de sobra, conservar na geladeira e consumir por no máximo, três dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *